O Criador



Criador na tradução literal da palavra é aquele que cria. Existem os comerciantes, os idealistas e o misto dos dois. No inicio, os custos para uma boa criação são muito altos, envolve importações, acasalamentos no exterior e demora algum tempo para que se tenha retorno, não só em termos de qualidade como financeiro. É muito bom quanto se pode "financiar" a criação, mas existem os casos de raças pouco vendáveis, tornando quase impossível esse “empate” no balanço anual.
Antes de mais nada, a criação séria tem que ser feita por pessoas sérias. Alguns trocam pedigree, outros cruzam suas matrizes com cachorros do vizinho para evitar o trabalho e os custos. O mais importante é que se programe os acasalamentos, seja honesto em reconhecer quando a ninhada nasce com problemas hereditários graves e afastar os maus exemplares não só de registro como da reprodução. No caso das exposições, leve sempre exemplares de boa qualidade. Podem não ter grandes resultados, mas os juizes começam a respeitar os criadores que trazem cachorros bons às pistas. Quando você conquista o status de criador sério, os juizes te procuram para tirar dúvidas, comentar sobre o padrão e isso é um grande parâmetro para se ter
credibilidade. Seja sempre o mais honesto que puder quando externar suas opiniões. Muitas vezes um cão pode vencer, mas não é o melhor. Quando se entende essa diferença o criador está atingindo o caminho sério da criação

Fonte - (Todos os Tópicos deste Link foram tirados de:
http://www.summerstorm.com.br/manualcriador.htm